Especialista em medicina preventiva alerta que médicos precisam cuidar melhor da própria saúde

A incidência de estresse, depressão e Burnout no setor preocupa

Publicado em: 18 de outubro de 2019
Gilberto Ururahy reduzida

Gilberto: “A falta de atenção à própria saúde é uma realidade no meio médico”

É preciso que os médicos passem a cuidar melhor de sua própria saúde, alerta o diretor médico da Med-Rio Check-up, Gilberto Ururahy. Segundo ele, muitos médicos que têm feito check-up na clínica vêm apresentando sinais de estresse e depressão. Gilberto explica que a carreira médica já apresenta em si causas de estresse, como a rotina de lidar diariamente com a dor e a morte e o receio de cometer um erro.

“A falta de atenção à própria saúde é uma realidade tão presente no meio médico, que cada vez mais vemos casos de Burnout no setor. Segundo dados da Associação Brasileira de Medicina (AMB), 45% dos médicos brasileiros apresentam essa condição”, observa Gilberto.

A rotina estressante e o acúmulo de demandas estão entre as principais causas da doença. Segundo Gilberto, os sintomas da doença começam com a exaustão e podem se agravar com o tempo, caso não sejam tratados. Por isso, é fundamental que o médico adote hábitos de vida que tanto costuma recomendar para os pacientes, mas que nem sempre são realidade em seu dia a dia. Eles vão contribuir para reduzir o peso de fatores de risco já inerentes à profissão.

A solução passa pela adoção de hábitos que os pacientes costumam ouvir de seus médicos, como ter uma alimentação equilibrada, praticar regularmente atividade física, dedicar tempo para o lazer e ter um sono de qualidade. “Chega a ser contraditório que os cuidados necessários sejam aqueles que os médicos repetem diariamente em seus consultórios”, observa Gilberto.